11 de abril de 2017 - 19:02

Turma vencedora do Trote Solidário 2017 viaja para Foz do Iguaçu

Compartilhar esta notícia
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Facebook

Cumprindo com o prometido, a FAG Toledo realizou a viagem com os alunos que mais arrecadaram alimentos durante o Trote Solidário 2017. A viagem ocorreu no último sábado (8) e o destino foi à cidade de Foz do Iguaçu, onde as alunas da Turma 01 do  1º Período de Pedagogia, acompanhadas pelos Professores Pedro Webler, Eliseu Gomes e pela Coordenadora e Professora Doralice Diniz,  puderam conhecer o Parque Nacional do Iguaçu e ver de perto as Cataratas do Iguaçu e toda a beleza natural daquele espaço de preservação ambiental permanente, que em 2011 foi escolhido  como uma das 7 belezas naturais do mundo, sendo que outra delas é também brasileira, a Amazônia e o Rio Amazonas.

Além desse passeio pelas Cataratas, também visitaram o ECOMUSEU, um espaço que concentra informações culturais do Brasil como um todo, além de informações biológicas, ambientais, históricas e antropológicas da região Oeste do Estado do Paraná, especialmente os espaços abrangidos pela Hidroelétrica de Itaipu.  Nesse local, também foi possível conversar com dois ex-funcionários da Usina de Itaipu, os quais desenvolvem um trabalho dentro do ECOMUSEU, conversando com o público, explicando sobre o processo e o período da construção da Usina, das diversas funções que exerceram nessa época. As alunas puderam conhecer uma réplica de uma turbina elétrica,  as maquetes que representam a barragem, a formação do lago, os municípios banhados pela Bacia do Rio Paraná  além de espaços que apresentam  estudos arqueológicos que retratam  aspectos da vida diárias dos povos Guaranis e muito mais.

Depois do ECOMUSEU, o passeio seguiu para o Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho, que pertence à Fundação Parque Tecnológico Itaipu, onde fomos recebidos pelo Coordenador do Polo, o Professor Janer Vilaça e pelos monitores do Pólo, para uma Visita Pedagógica. Nessa visita os presentes tiveram acesso a diversos espaços de educação em astronomia, com informações sobre as estações do ano, sobre a diferenciação entre clima e tempo de um determinado local, puderam apreciar um meteorito, entraram no planetário e assistiram a apresentação do sistema solar e do espaço sideral.

Também puderam conhecer um espaço que demonstra a construção do sistema solar em escalas, aprenderam sobre a construção de um “analema”, que é um termo usado em astronomia para indicar a posição do sol no firmamento num dado lugar durante um período  de um ano, marcado a cada 24 horas, sempre na mesma hora. Ao término do ciclo se obtém uma figura próxima de um número oito assimétrico.

Assim, a viagem pedagógica e de passeio transcorreu com tranquilidade, cumprindo com os objetivos propostos e, com certeza, uma oportunidade ímpar para a formação dos futuros pedagogos.

Imprimir Notícia      Indicar Notícia